São Bernardo, * *

COLÔNIA DE FÉRIAS

"É preciso mudar a forma de fazer política no Brasil"

Em artigo, o presidente da FEM-CUT/SP, Valmir Marques, fala do Plebiscito da Constituinte e do Sistema Político, que acontece nesta semana

Publicação: 23/07/2014
Valmir Marques, foto: Adonis Guerra

Valmir Marques, foto: Adonis Guerra
Imprimir Enviar para um amigo Twitter A+ A-

A todo momento ouvimos queixas sobre os políticos que nos representam, quer sejam em conversas informais ou pelos meios de comunicação.  Há um consenso de que é preciso mudar a forma de fazer política no Brasil, e  isso gerou grandes manifestações de rua por todo país e apelos por mudanças.
Nesse sentido, as organizações populares e sindicais estão organizando um plebiscito popular para se contrapor à maioria do Congresso que não quer discutir essas mudanças no atual sistema político.
O plebiscito, que é uma consulta popular, que ocorrer durante a Semana da Pátria, de 01 a 07 de setembro, quando todos responderão: você é contra ou a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana sobre o Sistema Político?
A Constituinte Exclusiva e Soberana vai eleger representantes exclusivamente para discutir a reforma política e não com o atual Congresso, e soberana para ter poder de decidir pelas mudanças, independente de qualquer outro poder: Legislativo, Judiciário ou Executivo. É importante que todos participem desse plebiscito para coletar 10 milhões de votos em todo o Brasil.
A CUT e o movimento sindical defendem essas mudanças no sistema político brasileiro. A CUT enquanto central representa mais de 24 milhões de trabalhadores, com mais de 7,89 milhões de associados e mais de 3.800 entidades filiadas. Isso significa 34,39% dos trabalhadores brasileiros. A estrutura dos Metalúrgicos na CUT é de mais de 1 milhão de trabalhadores, sendo que a FEM/CUT-SP representa cerca de 300 mil trabalhadores no Estado de São Paulo, e 14 sindicatos. A realização desse plebiscito é importante para aperfeiçoar o nosso sistema democrático.



Valmir Marques da Silva, Biro Biro, é presidente da FEM/CUT-SP e vice-presidente do Sindicatos dos Metalúrgicos de Taubaté e Região. (publicado originalmente no site do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté)

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
imprensa@fem.org.br

Jornalista responsável: Marina Selerges

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp

 


Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP (FEM-CUT/SP)
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - São Bernardo do Campo-SP
CEP - 09726150
Contato + 55 11 4122-7714


Hoje: Visitantes / Acessos