São Bernardo, * *

COLÔNIA DE FÉRIAS

Ibope: Haddad cresce 11 pontos em uma semana e se consolida no 2º lugar

Depois de oficializado como candidato do PT, Haddad cresceu, presidenciável do PSL oscilou dois para cima e Ciro ficou onde estava. Já Alckmin e Marina oscilaram para baixo

Por: Administrador - Publicação: 19/09/2018
Foto: Ricardo Stuckert

Foto: Ricardo Stuckert
Imprimir Enviar para um amigo Twitter A+ A-

Fonte: CUT Brasil

 

A nova rodada do Ibope revela que as intenções de voto no candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, subiram 11% em uma semana, isolando o petista no segundo lugar. Em uma simulação de segundo turno entre Haddad e Jair Bolsonaro (PSL), ambos têm 40% das intenções de votos.

A pesquisa, divulgada nesta terça-feira (18), mostra que o candidato do PSL segue na liderança, com 28% - ele oscilou positivamente dois pontos em relação à pesquisa anterior.

Já Haddad, aparece isolado na segunda colocação, com 19%, mais do que o dobro das intenções de voto da última sondagem (8%), divulgada no dia 11, dia em que o ex-ministro da Educação anunciou que era o substituto do ex-presidente Lula na cabeça de chapa do PT. No mesmo dia, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral a chapa encabeçada por Haddad, quem a deputada Manuela d'Ávilla (PC do B) como vice.

De acordo com a pesquisa do Ibope, o terceiro colocado na disputa eleitoral é Ciro Gomes (PDT), que tem 11% das intenções de voto, mesmo percentual do levantamento anterior. Na sequência, aparecem Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou negativamente dois pontos, de 9% para 7%; Marina Silva (Rede), que caiu três pontos, de 9% para 6%; Álvaro Dias (Podemos), com 2%, mesmo percentual de João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB). Já os candidatos Cabo Daciolo (Patriota), surge com 1%. Guilherme Boulos (Psol), Vera Lúcia (PSTU) e JOão Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC) não pontuaram. Votos brancos e nulos somam 14% e não souberam ou não quiseram opinar 7% dos entrevistados.

O nível de confiança da pesquisa – feita nos últimos três dias e registrada no TSE sob número BR-09678/2018 – é de 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Nas simulações de segundo turno, só Marina Silva perderia para Bolsonaro, por 41% a 36%. O candidato do PSL empata com Haddad em 40%, com Ciro (39% e 40% do pedetista) e com Alckmin (40% a 38% para o tucano).

Na segunda-feira (17), a Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou a pesquisa CNT/MDA, realizada entre os dias 12 e 15, com Bolsonaro à frente com 28,2%, seguido de Haddad, 17,6%, no segundo lugar. Depois aparecem Ciro, com 10,8%, Alckmin, 6,1%; Marina, 4,1%, e Amoêdo, 2,8%.

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
imprensa@fem.org.br

Jornalista responsável: Marina Selerges

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp

 


Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP (FEM-CUT/SP)
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - São Bernardo do Campo-SP
CEP - 09726150
Contato + 55 11 4122-7714


Hoje: Visitantes / Acessos