São Bernardo, * *

COLÔNIA DE FÉRIAS

Sorocaba: Câmara cassa mandato de Crespo em sessão histórica

Quatorze vereadores votaram pela cassação do prefeito e seis negaram. A votação durou 10 horas

Por: Administrador - Publicação: 25/08/2017
Foto: Gabriela Guedes

Foto: Gabriela Guedes
Imprimir Enviar para um amigo Twitter A+ A-

Fonte: SMetal

A Câmara de Sorocaba teve uma sessão extraordinária histórica nesta quinta-feira, dia 24 de agosto. Ela teve início às 12h30, pontualmente, com o auditório lotado de munícipes manifestando-se a favor da cassação do prefeito José Antonio Caldini Crespo (DEM).

De acordo com a estimativa da Polícia Militar, 250 pessoas ficaram do lado de fora porque não foi permitida a entrada após o término da sessão ordinária, que ocorreu na parte da manhã.

Em apenas oito meses frente ao governo municipal o prefeito José Caldini Crespo (DEM) conseguiu suscitar a primeira Comissão Processante (CP) da Câmara Municipal, a qual votou hoje a cassação de seu mandato.

O parecer da Comissão Processante (CP) indicou a cassação do mandato do Executivo por prevaricação e falta de decoro e apontou a documentação falsa da assessora níve III, Tatiane Polis, como prevaricação de Crespo por ele não ter tomado a iniciativa de impossibilitá-la de assumir o cargo.

Durante a sessão extraordinária, que teve início, pontualmente, às 12h30, com mais de duas horas de leitura do relatório da CP, os vereadores da oposição citaram diversos fatos polêmicos de Crespo.

Em entrevista ao SMetal, o vereador Francisco França (PT) ressaltou que foram muitas atitudes inconsequentes, em pouco tempo de mandato. “Sorocaba não merece ter um prefeito desequilibrado como esse”, afirma.

Entre as posturas destemperadas de Crespo, ele chamou os funcionários do Banco do Brasil de vagabundos, desrespeitou as mulheres em geral quando o prefeito, em entrevista à Rádio Ipanema, afirmou que os jornalistas poderiam perguntar qual a cor da calcinha da profissional, referindo-se à assessora externa, de Brasília, recém-contratada. Fora a falta de ética com a vice-prefeita, Jaqueline Coutinho, que era parceira de chapa dele.
 

“Tempestade em copo água”

Por volta das 17h, o advogado de Crespo, Ricardo Porto, começou a defesa do prefeito e destacou a questão da assessora Tatiane Polis ter o diploma de curso superior e por isso, mereceu a colação de grau. “Se há alguma falha no ensino inferior isso não é verificado pela prefeitura no momento de assumir o cargo”. Ele foi vaiado pelo público diversas vezes. Na finalização de sua fala ainda disse que foi feita “uma tempestade em copo d´água”.

Às 17h41 o advogado encerrou sua fala e os vereadores não quiseram réplica, assim como o advogado não quis usar o direito de tréplica. Nesse momento, a Guarda Civil Municipal entrou na galeria.  
 

Truco

A assessoria jurídica do gabinete Renan Santos (PCdoB) detectou impedimento do vereador Anselmo Neto de votar na sessão porque como secretário de Relações Institucionais ele esteve acompanhando membros da Comissão Processante, como representante direto do prefeito.

No final, a votação foi favorável à cassação por 14 a 6. A decisão foi divulgada às 21h53 e é a primeira vez na história da cidade que um chefe do Executivo é afastado do governo. A vice-prefeita, Jaqueline Coutinho (PTB), tomou posse no plenário do Legislativo e será a primeira mulher a assumir o cargo.

Para o presidente do SMetal, Leandro Soares, foi um dia intenso e histórico marcado pela resistência dos estudantes e trabalhadores, que acompanharam de perto todo o processo e provaram que a luta vale a pena".

Confira os fatos que antecederam a sessão extraordinária

 

VEREADORES QUE VOTARAM PELA CASSAÇÃO DO PREFEITO JOSÉ CRESPO

Rodrigo Manga
JP Miranda
Vitão do Cachorrão
Fausto Peres
Silvano Junior
Péricles Régis
Hudson Pessini
Fernanda Garcia 
Francisco França
Renan Santos 
José Francisco Martinez
João Donizete 
Iara Bernardi
Wanderley Diogo


VEREADORES QUE VOTARAM PARA PERMANÊNCIA DO PREFEITO JOSÉ CRESPO

Fernando Dini
Irineu Toledo
Pastor Apollo
Marinho Marte
Hélio Brasileiro
Luis Santos

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
imprensa@fem.org.br

Jornalista responsável: Marina Selerges

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp

 


Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP (FEM-CUT/SP)
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - São Bernardo do Campo-SP
CEP - 09726150
Contato + 55 11 4122-7714


Hoje: Visitantes / Acessos